Legendagem

Legendagem

A legendagem é o processo de adicionar texto a qualquer meio audiovisual de modo a transmitir a mensagem que está a ser proferida. Essencialmente, as legendas são uma adaptação do áudio que está a ser falado. Permitem às pessoas que as leem compreender o que está a ser dito, mesmo que não entendam a língua está a ser falada. Sem legendas, não seria possível compreender as subtilezas das comunicações verbais.
As legendas podem ser adicionadas a qualquer meio que inclua imagens em movimento, mas são utilizadas principalmente em filmes e para a televisão, para conteúdos promocionais, vídeos empresariais e, mais recentemente, estão a tornar-se cada vez mais populares em vídeos do YouTube e na Internet no geral.Normalmente, as legendas surgem com uma ou duas linhas de texto, em períodos de tempo que duram entre 2 e 4 segundos. Uma boa legendagem deve permitir ao publico ler e compreender a mensagem de forma confortável, sem o distrair da parte visual do que está a assistir.

Tipos de Legendagem

Tal como no caso da Interpretação, existem vários tipos de legendagem que são utilizados para diferentes objetivos. De uma forma geral, é possível dividi-los em duas grandes categorias: a legendagem interlinguística (legendas realizadas na mesma língua em que se fala) e a legendagem extralinguística (legendas numa língua diferente daquela em que se fala).

A linguagem interlinguística é utilizada principalmente para o público com dificuldades auditivas. Existem várias subcategorias nesta área, mas as mais conhecidas e utilizadas são as seguintes:

Closed Caption

CC

Tipo de legendagem interlinguística mais utilizado na industria televisiva e, mais recentemente, em sites de streaming de vídeo como o YouTube ou a Netflix. O termo “Closed” (Fechado) refere-se ao facto de este tipo de legendas não estarem imediatamente disponíveis quando um vídeo, programa ou outro meio audiovisual começa. É necessário selecionar esta opção e ativa-la para ser possível ler as legendas. Este tipo de legendagem é visto como uma transcrição o mais exata possível do que está a ser dito no meio visual e inclui também descrições de elementos não-visuais como, por exemplo, uma descrição da música que está a tocar ou referências a campainhas a tocar ou passos de pessoas que não aparecem no ecrã.

Em Tempo Real

Real-Time Subtitling

É um tipo de legendagem que ainda não tem muita representação em Portugal, mas que é cada vez mais utilizada em países como os Estados Unidos e o Reino Unido, onde a lei exige que quase todos os programas de televisão têm de ser acessíveis para a população com dificuldades auditivas. No entanto, este tipo de legendagem não tem sido muito popular, uma vez que, devido ao tempo necessário para realizar a transcrição, codifica-la e voltar a coloca-la no ecrã, as legendas aparecem com alguns segundos de atraso em relação ao áudio e, normalmente, têm bastantes erros.

Legendagem Na Mesma Língua

Same Language Subtitling ou SLS

Trata-se de um tipo de legendagem utilizado principalmente a nível educacional, para ajudar os alunos a desenvolver as suas capacidades de leitura com a ajuda de suportes visuais. Tem um nível de exigência técnico e de qualidade superior a outros tipos de legendagem para não induzir os alunos em erro.

No caso da legendagem extralinguística, a mais conhecida e utilizada em Portugal, é possível encontrar duas subcategorias:

Em Tempo Real

Tipo de legendagem raro, no qual um interprete e um estenografo trabalham em conjunto. O interprete traduz rapidamente o que está a ser dito e o estenografo escreve a tradução e transmite-a em tempo real. Tal como no caso da legendagem interlinguística, este método é propenso a erros e baixa qualidade.

Offline

Tipo de legendagem mais conhecido. O programa/filme/vídeo é disponibilizado ao profissional de legendagem que é responsável por, dentro de um determinado prazo, adicionar as legendas ao mesmo. Em muitos casos, o profissional de legendagem é também responsável pela sincronização de tempos, ou seja, por fazer a correspondência entre o que está a ser dito e as legendas. No entanto, com o aparecimento de novos tipos de software, é cada vez mais comum haver um profissional responsável apenas pela criação de um template onde as legendas numa determinada já se encontram sincronizadas, e outro que é responsável apenas pela tradução e controlo de qualidade das mesmas para a sua língua.

Porque é que alguns países optam pela dobragem?

A preferência pela dobragem em vários países baseia-se em decisões tomadas entre finais da década de 1920 e inícios de 1930. Com a chegada dos filmes com som, os importadores na Alemanha, Itália, França e Espanha decidiram dobrar as vozes estrangeiras, enquanto que o resto da Europa optou por mostrar o diálogo através de legendas traduzidas. A escolha deveu-se, acima de tudo, a razões financeiras (a legendagem é mais económica e rápida do que a dobragem), mas, ao longo da década de 1930 também se tornou numa preferência política na Alemanha, Itália e Espanha. Era uma forma rápida de censura que impedia que as ideias estrangeiras chegassem ao público local, uma vez que a dobragem permitia a criação de diálogos completamente diferentes dos originais. No entanto, em algumas cidades alemãs, havia alguns “cinemas especiais” que utilizam legendas em vez de dobragem.

A dobragem continua a ser o método preferencial nestes quatro países, mas a legendagem tem vindo a crescer lentamente, principalmente para poupar nos custos e no tempo, mas também devido ao facto de as gerações mais jovens, que têm um nível de educação mais elevado e estão expostos à língua inglesa através da Internet, filmes e séries, preferirem ouvir os diálogos na língua original.

Entre em contacto connosco e fique a conhecer as nossas soluções de legendagem!