Interpretação

Interpretação

A Interpretação de línguas significa a tradução de palavras proferidas por uma ou mais pessoas de uma língua para outra. Os interpretes trabalham para uma grande variedade de entidades e organizações, incluindo serviços de imigração, tribunais, hospitais, empresas internacionais, universidades e repartições públicas.A interpretação é uma atividade humana milenar que surgiu ainda antes da invenção da escrita. No entanto, a profissão de interprete apenas foi oficializada há menos de um século.Existem vários tipos e meios de interpretação:

Interpretação Consecutiva

Este é o tipo mais básico e utilizado de interpretação, no qual o interprete ouve uma parte do discurso na língua de origem, pode muitas vezes tirar notas, e, finalmente, transmite o conteúdo que foi proferido na língua de chegada, depois do primeiro orador. Este tipo de interpretação é utilizado com frequência em reuniões, conferências, discursos, apresentações, nos quais todos os participantes falam pelo menos uma das línguas. Para realizar este tipo de interpretação, não é necessário ter equipamento especial. Muitas vezes, o interprete tem um microfone e realiza o seu trabalho nos bastidores. Em alguns casos, o interprete também pode estar ao lado do orador.

Ao planear um evento no qual se irá recorrer a serviços de interpretação consecutiva, é necessário ter em conta que os discursos e apresentações irão demorar o dobro do tempo. Também é importante que o orador e o interprete se encontrem antes do evento, para decidir antecipadamente os intervalos no discurso para a realização da interpretação.

Interpretação Simultânea

Na interpretação simultânea, o interprete traduz a língua de origem para a língua de chegada ao mesmo tempo que a língua de origem está a ser falada. É utilizada principalmente em reuniões e eventos de alto nível, onde são faladas várias línguas ou quando os organizadores acharem que o ritmo da comunicação não deve ser interrompido. Este tipo de interpretação é utilizado mais frequentemente nas Nações Unidas, Parlamento Europeu, Comissão Europeia, ou noutras reuniões nas quais estejam presentes oradores e participantes de várias nacionalidades, para que os ouvintes de várias línguas possam ouvir os discursos na sua língua materna ao mesmo tempo. Esta forma de interpretação é muito eficiente e pode acelerar consideravelmente o processo de comunicação.

Para realizar o serviço de Interpretação Simultânea, é necessário recorrer ao uso de microfones para o orador, uma cabine à prova de som com auscultadores e microfone para o interprete e dispositivos de áudio especiais para quem estiver a ouvir a interpretação. Este é um tipo de serviço de grande exigência mental para o interprete e devem ser realizados intervalos de modo a assegurar a qualidade da tradução. Normalmente, são necessários dois interpretes que se vão revezando, permitindo assim períodos de descanso de 20 a 30 minutos para cada um.

Caso haja apenas uma ou duas pessoas que precisem de serviços de interpretação, a melhor opção é recorrer à chamada Interpretação Sussurrada.

Interpretação Sussurrada

É um tipo de serviço no qual o interprete sussurra uma interpretação simultânea do que está a ser dito ao ouvinte. Este serviço é utilizado frequentemente em reuniões ou eventos nos quais estejam presentes poucas pessoas que precisam da interpretação da língua de origem. Também pode ser utilizado em pequenas reuniões nas quais haja um limite de tempo e nas quais os participantes não podem esperar por uma interpretação consecutiva. No entanto, é um tipo de serviço cansativo tanto para o interprete como para o ouvinte, por isso não deve ser utilizada durante longos períodos de tempo.

Normalmente, a Interpretação Sussurrada é simultânea, mas, no caso de pequenas reuniões, o orador principal poderá dividir o seu discurso em partes mais pequenas ou fazer uma pausa para que o interprete tenha mais tempo para traduzir o que foi dito para a língua de chegada.

Interpretação de Acompanhamento

Este tipo de serviço consiste na interpretação entre um pequeno grupo de pessoas que fala duas línguas diferentes, na qual se transmite o que foi dito de e para a língua de origem. Este tipo de interpretação é utilizado frequentemente durante reuniões de negócios, negociações, visitas a empresas e turísticas ou outros eventos semelhantes. A interpretação pode ser consecutiva ou sussurrada em simultâneo. Muitas vezes, este tipo de serviço é necessário durante vários dias ou até semanas. Por exemplo, um interprete poderá ter de acompanhar o cliente numa viagem de negócios ou visita, ou ao longo de um dia de trabalho. É frequente o cliente dar instruções ou informações extra para ajudar o interprete a preparar-se.

Além dos diferentes tipos de interpretação que existem, também é possível realizar estes serviços através de vários meios:

Pessoalmente

Interpretação no local ou cara-a-cara

Com este método, o interprete tem de estar presente fisicamente para que a interpretação se possa realizar. Normalmente, neste meio de interpretação, tanto o interprete como os participantes têm de estar no mesmo espaço. Este é o meio de interpretação mais utilizado na maioria dos serviços públicos e privados.

Por Telefone

A interpretação por telefone permite, como o nome indica, a realização deste serviço por telefone. O interprete é adicionado a uma chamada telefónica para realizar o seu trabalho. Este tipo de interpretação pode ser utilizado para substituir a interpretação pessoal quando não houver nenhum interprete disponível no local onde os serviços são necessários. No entanto, é mais utilizada para situações em que todos os envolvidos que desejam comunicar já estão a falar por telefone (por exemplo, para enviar candidaturas a seguros ou cartões de crédito por telefone ou para responder a perguntas de clientes em serviços de apoio técnico).

Por Vídeo

Os serviços de interpretação realizados através de vídeo são uteis para quebrar barreiras linguísticas nas quais é necessário haver um contacto visual e cultural e são de especial importância quando um dos envolvidos é surdo, tem dificuldades auditivas ou dificuldades de fala. Esta atividade exige um nível de esforço considerável da parte do tradutor, uma vez que as linguagens gestuais são diferentes das línguas naturais e têm a sua própria construção e sintaxe.